quinta-feira, 14 de julho de 2011

Estilizando uma Eugênia Sprengelli

Estilizando uma Eugênia Sprengelli


Nome científico: Eugenia sprengelii DC., Eugenia microphylla Hort.
Família: Myrtacea
Árvore pequena, nativa do Brasil
Espécie adequada para iniciantes.

Características:
Folhas simples, opostas, lineares, muito pequenas, verde-claras, adensadas ao longo dos ramos, avermelhadas quando novas. Espécie muito ramificada.

Luz: Pleno sol no período da manhã. Evitar o sol intenso entre 11 e 15 horas.
Rega: As regas devem ser feitas a princípio 1 vez ao dia, porém no verão ou em épocas mais quentes pode ser necessário a rega pela manhã e outra na parte da tarde, porém é uma planta que suporta terrenos secos por certo período. A rega deve levar em conta o bom senso, verifique a necessidade real, pois o encharcamento do substrato pode levar a podridão das raízes e consequentemente a morte da planta, na dúvida enterre um palito de churrasco no vaso junto a planta, aguarde em torno de 20 minutos, retire o palito e verifique se está úmido, caso esteja com boa umidade não há necessidade de rega.   Esta espécie também aprecia a rega através de pulverização em sua folhas, mas isso deve ser feito sem a incidência de sol sobre suas folhas para que não queimem.

Esta Eugênia foi adquirida na XXXII Expo Bonsai do Jardim Botânico de São Paulo, realizada em julho de 2011.


Antes da estilização providenciei o transplante da planta aproveitando para efetuar uma poda parcial das raízes mais grossas reduzindo bem seu tamanho e visando um novo enraizamento a partir das extremidades podadas para maior ramificação das mesmas e melhoria do nebari.

Torrão de terra velho


Retirando parte do torrão de terra velho com o rastelo


Raízes parcialmente limpas


Iniciando a poda das raízes grossas



Raízes grossas podadas. Mantive a maior parte das raízes finas para diminuir o stress da planta e facilitar sua recuperação.


Nos cortes das raízes grossas foi aplicado pó enraizador.


A planta foi posicionada no vaso sobre a cama de substrato, que foi completado, e com a ajuda de um hashi foi feita a compactação para evitar bolhas de ar.




Planta já envasada


Sobre o substrato coloquei cascalho para proteger o substrato recém-colocado durante as regas evitando o deslocamento do mesmo.


Após o transplante analisei a planta. A primeira intenção era o estilo hokidashi, mas com algumas podas e alguns arames colocados observei a inclinação da planta para o moyogi.





Detalhe do nebari

Detalhe do Uro e Jin. Estes serão trabalhados para melhoria posteriormente.


Novas fotos serão postadas com a evolução da planta.


Continuação...

Olá amigos,

Seguem novas fotos da evolução da planta e um lindo projeto feito pelo amigo Alexandre S. Coelho do Fórum Atelier do Bonsai.

Link da postagem: http://www.atelierdobonsai.com.br/forum/viewtopic.php?t=18549


23/12/2011 Antes das novas intervenções


28/12/2011 Após poda de alguns galhos e tracionamento de outros.


Projeto do amigo Alexandre S. Coelho



Aguardo opiniões.


Olá Amigos,

Demorou, pois como todos sabemos "Bonsai" é paciência e temos que esperar a natureza responder as nossas intervenções sobre as plantas.


16 de janeiro de 2014


Nova pinçagem para definição de copa.

Ao longo do tempo com esta planta, fui realizando experiências, uma delas foi a retirada das folhas que saiam da silhueta através de poda com tesoura fina e pinçagem, como nas feitas em juníperos. A conclusão que cheguei é que a pinçagem tem uma melhor resposta, aumentando a brotação das extremidades e com menor ressecamento das mesmas.

Nova definição de frente.

As vezes ao longo do projeto precisamos fazer mudanças, pois por mais intervenções que façamos a natureza ainda é soberana.





17 de abril de 2014.



Após várias pinçagens, algumas intervenções e com um bom tempo desde o último transplante, comecei a definir a frente da planta. Diferente das fotos postadas anteriormente onde a frente apresentava um "uro" próximo ao nebari.


16 de dezembro de 2014.


Já em um vaso de cerâmica após transplante realizado em 18 de novembro de 2014.

Voltarei a postar novas fotos, porém paciência, pois vejam que o caminho até aqui desde a primeira intervenção foi de aproximadamente 3 anos e meio.

2 comentários:

  1. Ficou linda, adorei, obrigada pela explicação, sou nova nesta arte e comprei recentemente um bonsai Eugenia e estava precisando de alguma ajuda e a encontrei aqui.

    Grata

    ResponderExcluir
  2. Belíssima evolução e projeto. Parabéns.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário: